Mostra de Cinema Espanhol em Santê - Santa Tereza Tem
Logo

Mostra de Cinema Espanhol em Santê

Mostra de Cinema Espanhol em Santê, no MIS Cine Santa Tereza

Depois da Mostra do cineastra Martin Scorsese, o MIS Cine Santa Tereza exibe, de 14 a 23 de setembro- Mostra Cinema Atual Español, que traz uma variedade de gêneros da produção  cinematográfica espanhola contemporânea. A entrada é franca e os ingressos devem ser retirados meia hora antes da sessão. A Mostra é promovida pela  Fundação Municipal de Cultura em parceria com o Escritório Cultural da Embaixada da Espanha no Brasil, pelo Instituto Cervantes e pela Sociedade Cultural Brasil-Espanha.

A mostra acontece também em outras 14 capitais do Brasil. Para Belo Horizonte foram selecionadas cinco produções espanholas que trazem aspectos em comum da cultura hispânica com a brasileira. Os espectadores terão a oportunidade de conhecerem o cinema espanhol que vai além dos já consagrados dirigidos por Pedro Almodóvar e Guillermo Del Toro. Na mostra estão filmes de diretores ainda não muito conhecidos por aqui: José María Goenaga, Jon Garaño, Jaime Rosales, Gabriel Velázquez, Alberto Rodríguez e Beatriz Sanchís.

Programação

pecados antigos espanhol

Pecados antigos

Dia 14, quarta-feira, às 19h30 – Pecados antigos, longas sombras (Alberto Rodriguez|Espanha|2014|Drama|112min)

 É um filme policial diferente das outras produções do gênero. Com a direção de Alberto Rodriguez o longa é sobre a investigação do desaparecimento de duas adolescentes durante uma festa, mas é também, principalmente, sobre o relacionamento complicado dos policiais encarregados em solucionar o caso. Ambientado numa pequena ilha durante os anos 1980, mas que parece ter ficado no passado, o filme consegue cria uma atmosfera de suspense e mistério que desafia seu espectador.  Juan (Javier Gutiérrez) e Pedro (Raúl Arévalo) são dois policiais de Madri enviados para a investigação do caso. Por mais que sejam completamente diferentes ideologicamente, eles precisam superar tais desavenças durante o trabalho de resolução do caso.
Classificação indicativa: 16 anos

Dia 15, quinta-feira, às 19h30 – Linda juventude (Jaime Rosales|Espanha|2014|Drama|98min)

O filme traz a experimentação típica do diretor Jaime Rosales, que a cada obra apresenta uma proposta diferente e sempre acética a planos fixos. Tido como um retrato da Espanha atual o filme conta a história de um jovem casal sem trabalho e perspectiva de futuro. Natalia e Carlos são dois jovens apaixonados de 20 anos que lutam para sobreviver na Espanha em crise. Os limitados recursos financeiros não permitem que eles vivam como gostariam. Para ganhar um pouco de dinheiro, o casal participa de um filme pornô amador. Classificação indicativa: 16 anos

Dia 16, sexta-feira, às 19h30 – Todos estão mortos (Beatriz Sanchís|Espanha|2014|Drama|88min)

É  o longa-metragem de estreia da diretora Beatriz Sanchís. Apostando na junção da comédia com o drama, o filme narra a história de Lupe, uma mulher que perdeu o irmão e ainda tem que lidar com uma crise pessoal que dificulta seu relacionamento com sua mãe supersticiosa e seu filho adolescente. Lupe é pessoa egoísta e conflitiva, vive trancada em casa e apesar de responsável pela  casa e a família nunca deu conta dos cuidados com seu filho, um adolescente sensível e muito apegado à avó. Noite de Todos os Mortos, pede ajuda num ritual mexicano. Classificação indicativa: 12 anos

Dia 17, sábado
17h30 – 
Ártico (Gabriel Velázquez|Espanha|2014|Drama|77min)

O filme problematiza o momento de crise enfrentado pela Espanha, onde o diretor Gabriel Velázquez ousa nos enquadramentos para contar a desventura de jovens delinquentes e suas lutas pela sobrevivência. Tudo isso embalado por uma elogiada trilha sonora. Jota e Simón são dois jovens de 20 anos, que cotidianamente vão para as ruas buscar a vida como podem. Além dos costumeiros roubos e truques, algo lhes mexe interiormente. Cada um deseja o que não tem: Simón quer ser livre e Jota não quer seguir sozinho.  Classificação indicativa: 16 anos

flores filme

Flores

 19h30 – Flores (Jon Garaño, José Mari Goenga|Espanha|2014|Drama|100min)

Flores (2014) foi o primeiro filme basco a receber uma indicação ao prêmio Goya, o Oscar do cinema espanhol. O longa é sobre três mulheres que têm suas rotinas alteradas pela chegada de flores em suas vidas.  A vida da Ane  começa receber um ramo anônimo de flores todas as semanas, assim como Lourdes e Tere recebem um ramo em memória de alguém, que foi importante para elas. Essa é a história de 3 mulheres, 3 vidas alteradas pela simples presença de umas flores. Flores que farão brotar sentimentos que pareciam enterrados. Com linguagem própria, códigos emocionais e silêncios as três histórias se cruzam de forma inesperada.Os diretores José María Goenaga e Jon Garaño, que já haviam assinado juntos o filme 80 Eguneam (2010) realizam este segundo trabalho com notável sensibilidade.

Classificação indicativa: 7 anos

Dia 18, domingo

17h30 – Linda Juventude (Jaime Rosales|Espanha|2014|Drama|98min) . Classificação indicativa 16 anos.

 19h30- Pecados Antigos, longas sombras (Alberto Rodriguez|Espanha|2014|Drama|112min). Classificação indicativa 16 anos.

Dia 21, quarta-feira, às 19h30 – Ártico (Gabriel Velázquez|Espanha|2014|Drama|77min) . Classificação indicativa: 16 anos

Dia 22, quinta-feira, às 19h30 –Todos estão mortos (Beatriz Sanchís|Espanha|2014|Drama|88min). Classificação indicativa: 12 anos

Dia 23, sexta-feira, às 19h30 – Flores (Jon Garaño, José Mari Goenga|Espanha|2014|Drama|100min) . Classificação indicativa: 7 anos

 

Anúncios